Vento amigo




O vento que espalha as folhas secas
que faz bailar as cortinas das janelas
que desmancha levemente os seus cabelos
que leva as nuvens cinzas pra longe daqui
que acaricia a minha face
e traz macio o cheiro de jasmim

O vento que diz seu nome
baixinho em minha orelha
que canta tocando a minha pele
que arrepia a minh´alma
- e ao ver-me triste seca a minha cara
acariciando-a por noites sem fim

Este mesmo vento que espalha
as folhas secas e tenras caídas
ao meu chão
é o mesmo que me empurra
mar afora
que retira a areia de meus olhos
e me carrega em brumas prateadas.

Tenho por ti, vento amigo,a mesma amizade
de outrora, quando comigo brincava
e carregava-me em sonhos e capas,
pipas e linha, aviões de papel
e bilhetes amorosos.

Tenho por ti, meu amigo vento,a mesma admiração
de outrora, quando sentado em muros alheios
avisava-me à hora de partir.

Ah, vento amigo que nunca me deixou
sozinho em horas alegres e dividiu comigo
todos os risos e nunca me esqueceu em minhas aflições.
Ah, velho amigo, carrega contigo e imprima no céu
entre as nuvens brancas o meu nome em azul.

16 comentários:

maria teresa disse...

E com este poema glorificando o vento que leva e traz saudades, o seu nome fica certamente imprimido no céu num tom lindo de azul e numa nuvem branca.
Estou vendo! Lá bem alto! O vento esmerou-se,... pintou seu nome com uma letra bem floreada!:):):)
Abracinho meu!

Rô... disse...

oi meu amigo,

e qual seria o verdadeiro amigo que iria recusar um pedido?
pode olhar para cima,
eu já vi daqui seu nome num lindo azul...

beijinhos

isa disse...

E lá está ele,seu nome,escrito no lindo azul do céu de Lisboa,bem pertinho de mim.
Acenei e ele sorriu.
Beijo.
isa.

Cris Campos disse...

Não importa para onde, importa sim que ele nos leve... Lindos versos meu querido, adorei tua sincera amizade com o vento. Gr. Bjooo!

Paula Barros disse...

Olharei para o céu
Observando as nuvens
Para ver se o vento
Durante o dia
Pintou seu nome
No azul celeste do céu

Mas quando chegar a noite
Continuarei observando
Para ver se o vento
Bordou o seu nome
Com estrelas brilhantes lá no céu.



(O comentário foi saindo assim, e vou deixar)

beijo

Catia Bosso disse...

Vento que ora lamento
Vento que ora alimento
Vento que sempre implora
Vento que por mim, ora
Fazes fé
Fazes amar
Fazes querer....
Seja comigo amigo
Seja pra mim amigo
Amigo que canta, vento


bjsMeus
Catita

D. Garcia disse...

Um bom amigo não passa; como o vento que alenta e reanima; sem tem pressa, nos leva junto; do contrário, faz festa.
Homenagem aos amigos é recompensa merecida. Abraços e boa semana.

Janice Adja disse...

Huuuuummm!!!!!
Palmas!!
Muitas Palmas!!!!
Beijos!!!

*Escritora de Artes* disse...

Olá querido amigo,

Que esse tocante vento, continue levando delicadeza ao seu coração...

Abçs

SOL da Esteva disse...

Muito belo este Poema ao Vento Amigo.
Que esta brisa traga novas e leve recados, deixando impresso, o teu nome, nos Céus.
Parabéns


Abraços


SOL

Vanessa Vieira disse...

Lindo por demais este vento...
Suave...

;)
Um abraço Paulo.

lis disse...

É preciso ser menino-poeta pra escrever sobre o vento e o caminho que ele faz_ espalha,baila,acaricia,desmancha, toca e sobretudo alcança as nuvens e se imaginarmos um pouquinho mais pode até escrever nomes na imensidão do azul.
Lindo Paulo, és fera! com as letras, faz delas o que quiser.
Obrigada por essa brisa que passou aqui vindo da sua Varanda
deixo abraços

Tunin disse...

O vento forma as nuvens que formam imagináveis imagens, em nossas mentes, como o lindo teor do teu poema.
Abração.

Majoli disse...

(Mais do que particular...rsrs)
Sei que ainda nem comentei sua poesia Vento Amigo, mas já que o farei.
Nesse momento vim aqui pois fiquei com a pulga atrás da orelha com teu comentário lá no "O que não é do meu feitio", e como somos amigos, vá conta pra mim, se me imaginas bem diferente, quero saber...hummmm
Você vai me dizer?
ahnnnnnnn???
rsrs

Acha que praguejo?
Que tenho inveja?
Que digo que gosto quando não gosto?
Que escondo o que sinto?
Que adoro salto alto?
Que rabisco sem inspiração?

CONNNNNNTAAAAAA
rsrsrs

Cristina disse...

Hermosas letras que acarician con la suavidad del viento... hermosas letras que hablan de sentimientos.
Precioso sitio, te dejo un fuerte abrazo desde Uruguay!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

As palavras do poeta são sempre asas ao vento e serão eternizadas no tempo.
sempre imensos os seus poemas.

Um beijinho e obrigada pela visita que adorei.
Sonhadora