Toró

























E o céu derramou
 no final da tarde-
- de uma única vez -
todo o suor de um dia
ensolarado
típico da estação.

5 comentários:

maria teresa disse...

O céu decidiu fazer uma faxina:):):)
Abracinho meu!

Cris Campos disse...

às vezes o céu surpreende e derrama devagarinho.. Gr. Bj.!

isa disse...

O céu tb chora,Poeta querido.
Beijo.
isa.

Crista disse...

Espetacular...gostei tanto que vou postar teu endereço no meu facebook.

lis disse...

Poeticamente Paulo
como só voce sabe!