Pegadas
















Na areia tingida
pelo sal
marcas profundas
e frágeis
da raça humana.

5 comentários:

D. Garcia disse...

Ficou bom o novo visual; mas as pegadas dos bons versos continuam. Porque as marcas da poesia são profundas ainda que frágil a raça humana. Abraços e tenha uma ótima semana. Daniel.

isa disse...

E a raça humana deixa por vezes
marcas bem feias...
Salvam-se os Poetas!
Beijo.
isa.

lis disse...

Oi Paulo
E a Varanda vai tomando forma_ erguestes as paredes e deu um tom suave.Já podemos ir imaginando como chegarás.rs
Que bom te-lo nessas pegadas, as tenho encontrado também e a chuva vai desfazendo ,espero
que a primavera chuvosa dê lugar ao sol no verão que se aproxima.
abraços

Beth/Lilás disse...

Quão triste estas marcas na areia, porém o poeta consegue em poucas palavras, trazer beleza na poesia.
adorei!
abraço carioca


Janice Adja disse...

As pessoas falam em ecologia, nisso e naquilo no entanto não sabem usar o lugar destinado ao divertimento. O lugar de ser feliz.
Beijos!!!!