BICHOS II



















A pulga

Salta como poucos
Difícil de pegar
Sempre nos deixa loucos
De tanto nos coçar
Coça cão, coça gato
Coça homem, coça rato
A picada desse bicho
Não é nada agradável
Nosso corpo é seu nicho
Cuidado temos que ter
Higiene é necessário
Para a pulga desaparecer.


Paulo Francisco

3 comentários:

valeria soares disse...

Que fofo! Você deveria escrever um livro infantil.

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Adorei as rimas, mas fiquei encantada com a carinha do cão!
Parabéns pelo desenho!
Um abraço
Ivany

Unknown disse...

A minha fica sempre atrás da orelha e não há sabão que baste, rsrs
Grande abraço!