Sonho azul



Sentado na areia fina da praia
 ele olhava para o mar azul
 que de tão azulado
azulejou os seus olhos
 negros e infantis
- transformando-o num sonhador
e de sonhos ele viveu
viveu em poemas  azuis
viveu em canções de amor.

8 comentários:

Catia Bosso disse...

O suavizante do azul nem sempre é o sonho, mas a saudade que ele emana...



bjsMeus*
CAtita

✿ chica disse...

Azulou tudo.Lindo!!Vale a pena azular...sonhar...viver azul...abração,chica

isa disse...

E sonhou...
Em azul!
Que lindo e alegrou-me a tarde.
Beijo.
isa.

Irene Freitas disse...

Um mimo....
http://sensata57.blogspot.com.br/2012/10/retribuindo.html

Majoli disse...

Oi Paulo, tão lindo um sonho azul, à beira-mar...poemas azuis...romântico por demais, azulou até o meu interior.

Amo esse seu jeito de poetar.

Beijos mil.
:)

ZilMar disse...

Paulo Francisco,vc me encanta com suas palavras...

"que de tão azulado
azulejou os seus olhos"

coisa mais linda!!!!


meu carinho e admiração sempre!

Zil

Leninha disse...

... e neste sonho azul nos mergulhaste e nossa tarde se tingiu de anil...
Bjssssss,
Leninha

Sissym disse...

O título já faz pensar na serenidade.

Bom final de semana.

Bjs