Estio



Em seu autorretrato
esqueceu-se da chuva.
Escorreram de sua face
numa noite serenada,
as fases inventadas.




6 comentários:

lis disse...

Um tema que todos podem testemunhar.
Mãe, cada qual tem a sua!e as amamos cada qual do seu jeito.
Uma das belezas da vida é a maternidade .Damos vida a outro ser, é mágico!

Lindo poema cantado.
e bela cronica também.
beijinho Paulo e boa madrugada

Rô... disse...

oi meu amigo,

você jamais vai ser repetitivo,nem piegas,
sou sua fã,nas escritas...

beijinhos

Catia Bosso disse...

Nesse 'inventadas' escorreram lagrimas por perder o que nunca foi achado...


bjsMeus
Catita

*Escritora de Artes* disse...

Olá Caro Amigo,

Falar sobre mãe é algo que me emociona, graças a Deus a minha está comigo, e que Deus a deixe aqui por tempo indeterminado...

Os outros versos também gostei muito, cada um tem seu estilo e aprecio demais o seu..

Abraços

*Escritora de Artes* disse...

Olá Caro Amigo,

Falar sobre mãe é algo que me emociona, graças a Deus a minha está comigo, e que Deus a deixe aqui por tempo indeterminado...

Os outros versos também gostei muito, cada um tem seu estilo e aprecio demais o seu..

Abraços

lis disse...

Voltei pra agradecer e dizer que também 'gosto de ti'.
Estamos quites.