Escuridão

Tateava em busca de apoio
passos curtos
tinha medo do escuro
Tateava a procura do mundo
seus olhos ainda vermelhos
embaçavam tudo.
Nem o sol, nem a lua
clareavam  a sua retina
só restaram somente
as cores de suas lembranças.

Paulo Francisco

Um comentário:

nelma ladeira disse...

Sabe eu hoje não estou muito boa para refletir!
Mas penso que você está pedido a procura de alguém,perdido pela paixão,nas boas lembranças,e não consegue enxergar mais nada...
Agradeço a sua visita beijinhos.