Ânimo

O vento invadiu o meu quarto com sopros suaves e gelados.
Despertou-me lentamente do meu sonho inocente.
Empurrou para dentro da cela, cegando-me, o brilho do sol.
O vento e o sol engolfaram-se casa a dentro, invadindo o meu íntimo.
Tornei-me, então, refém da claridade imposta.
Levantei-me para a árdua tarefa de encarar a vida.
O sol e o vento chegaram ressuscitando-me o dia. 



Paulo Francisco

4 comentários:

luna luna disse...

Por vezes só precisamos de um estimulo para começar
beijo

teca disse...

Nesses varal de cores e nomes, eu me delicio.

Beijos.

Fênix27(Célia Maria) disse...

Bentido seja a cada nosso amanhecer,despertar com elementos da natureza,nos sacudindo para mais um dia de luta.
Lindo,lindo,lindo!!!!
Obrigado por tua visita e tenha lindos sonhos nessa noite de domingo,e desperte amanhã com sons de passáros para o primeiro dia da semana.
Fica em paz.
Bjos.

nelma ladeira disse...

Oi Paulo nada melhor do que sentir o vento batendo no rosto,e o sol iluminando a nossa vida!
Agradeço a Deus todos os dias quando acordo,e pela oportunidade de ver mais uma vez este sol maravilhoso!!
Amei o novo perfil do seu blog! Ficou lindo!
Obrigada pela visita e seu comentário beijinhos.