Do outro lado da rua






Quando saí de sua casa
olhei pra cima
e
vi
um céu mágico
bailado por nuvens cinzas
- meninas brincando
ao redor da lua.
Quando saí de sua casa
olhei pro céu
e
vi
uma lua clara
quase inteira
tão verdadeira
quanto a tua lua cheia
vestida de densas nuvens
e vigiada por uma estrela-guia.
Quando olhei para o céu
lembrei-me de ti
e de tua joia rara
tão rara quanto tu és
Valeria Soares
- amiga verdadeira.

5 comentários:

isa disse...

Que encanto de Poema!
Consigo imaginar a magia de Valeria.
Lindo mesmo!
Beijo.
isa.

valeria soares disse...

Minha magia está nos olhos do meu amigo.

Paulo, vc me emocionou! Muito obrigada.

Rô... disse...

oi meu amigo,

que linda amizade revelada à luz da lua...

beijinhos

Vera Lúcia disse...


Paulo querido,

Uma homenagem tão linda e tão doce somente poderia ter brotado do seu sensível coração.

Bela amizade!

Beijo.

lis disse...

Bonito
é sempre bonito lembrar de amigos,
abraços aos dois