À flor da pele




Na amplitude do espaço
- vácuo

Caminhos flutuantes
- vazios

No coração do poeta
- esperanças

Na lembrança do homem
- infância

Na altura do peito
- laços

Na derme exposta
- calafrios

Nos olhos escuros
- transparência

Na medida do possível
- sorrisos

Na asa do vento
- horizonte

Na certeza da vida
- ocidente

Na tela inteira
- cores

Nas cores vistas
- nomes

Na boca do menino
- gritos

Na boca do homem
- Palavras

  Na boca do poeta
- versos!

Aos olhos de quem o lê
- reverso.

11 comentários:

José María Souza Costa disse...

Interessante
Convite
Passei por aqui, para lê o seu blogue.
Admirável. Harmonioso. Eu também estou montando um. Não tem as Cores e as Nuances do Vosso. Mas, confesso que é uma página, assim, meia que eclética. Hum... bem simples, quase Simplória. E outra vez lhe afirmo. Uma página autentica e independente. Estou lhe convidando a Visitar-me, e se possível Seguirmos juntos por Eles. Certamente estarei lá esperando por você, com o meu chapeuzinho em mãos ou na cabeça.
Insisto que vá Visitar-me, afinal, o que vale na Vida, são os elos de Amizade.

Deixe no comentário, o endereço do seu blogue, para facilitar, a retribuição em Segui-lo.

Maria Luiza disse...

Maravilhosa poesia! Tanto significado descrito, uma aventura, quase um idílio! Parabéns, linda demais! Grande Abraço!

✿ chica disse...

Que lindo acabo de ler,Paulo!! Vazio, vácuo, esperanças, homem, menono, poeta...LINDO!

abração,chica

Luna disse...

um poema diferente, com respostas, que nos intrigam e fazem pensar
beijinhos

Parole disse...

Um poema que percorre todos os recantos da alma para eclodir a flor da pele.Encantada, querido.

Beijos meus.

isa disse...

Neste Poema viajei na tua Alma,Poeta!
Beijo.
isa.

Branca. disse...

Olá adorei o seu poema a flor da pele.
Acho que todos nós um dia ficamos assim!
O seu poema mostra uma certa ansiedade,mas ao mesmo tempo muito amor,gosto disso!
Beijinhos.

Controvento-desinventora disse...

No pastel que se espera
- frita o tempo.

Cris Campos disse...

Nos meus ouvidos... teus belos versos com a fantástica música da Diana. Gr. Bj. meu querido, e uma ótima semana pra ti!

Graça Pereira disse...

E...na contra dança
a esperança!!


Adorei este entrelaçado de palavras com sentido!~beijo
Graça

Tunin disse...

A harmonia nas palavras nos levam aos significados possíveis.
Bela a alma da tua poesia.
Abração.