Ipês





A seta indicava o caminho
entre os ipês
brancos
amarelos
e roxos
Chão coberto por flores
tapete colorido
por onde passaram
os meus pés
e a minha alma.
Segui à beira do caminho
num silêncio sem fim.








(Hoje, dia 21 de setembro, é o dia mundial da árvore. Como não é feriado, poucos comemoram - uma pena!)

5 comentários:

Cris Campos disse...

O que dizer senão que essas belas cores aliadas aos teus versos alegraram meus olhos e alma? Lindo demais meu querido! Gr.Bjooo! Colorido FDS procê!

brisonmattos disse...

Belíssimos. Parabéns.

isa disse...

Festejei sim.
Mas ao visitá-lo hoje festejo de novo, rendendo-me a tanta beleza.
BFS.
Beijo.
isa.

Graça Pereira disse...

Também eu adoro a noite e as estrelas...e os teus poemas.
Beijo e bom fds.
Graça

Solange disse...

meus pés ainda estão perfumados pelo caminho que percorro aqui..

bjs.Sol