Revelação









No desentendimento - tudo revelado
na revelação - tudo acabado
e no fim de tudo - adeus
e no adeus - tristeza
e na tristeza - saudade
e na saudade - poemas
e nos poemas - você

16 comentários:

Milene Lima disse...

Assim são os amores quando se vão, deixam aberta a porta da poesia. O que seria de nós se não pudéssemos gritar a dor do amor perdido, sob forma de poesia?

Em breve, outras portas se abrirão.
Beijo!

lis disse...

... e um coração gelado
ou se desmanchando rs
fico com a segunda opção!
e na saudade um poeminha pra aquecer a madrugada.Obrigada
abraço

Janice Adja disse...

Belo jogo de palavras.
beijos!

✿ chica disse...

E na poesia sempre sobra o amor...Lindo! abraços,chica

Rô... disse...

oi meu amigo,

e em você,
encontro sempre
muita inspiração...
adorei!!!

beijinhos

Rosane Marega disse...

Oie poeta que adoro ler!
...e assim vai, até que outro amor traga novos poemas,sorrisos,você!
BeijoOOOOOOO

*Escritora de Artes* disse...

Lindo...

Abçs

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Bom dia Paulo querido


Lindo poema.
Sempre o amor!!!!

Muitas saudades daqui.

Beijos
Ani

Tunin disse...

No gostoso trocadilho ficou o amor.
Muito bom!
Abração.

Suelen Muniz disse...

É exatamente assim,cheio de fases o amor transforma-se no fim em belas poesias,com palavras carregadas de sentimentos.
Abraço Paulo,ótima semana pra vc,=)

Agregador Teia disse...

Olá.
seu blog é muito legal,super bem escrito, de muita qualidade mesmo, parabéns.
Um grande abraço !

Anne Lieri disse...

E disse tudo com emoção!Ficou lindo,Paulo!bjs,

Cris Campos disse...

E em você - ...

Gr. Bj.!

Simone MartinS2 disse...

Boa noite Paulo.
"E na poesia um momento para recordar o amor perdido. Para
sonhar e reviver os dias felizes.
E como é bom poetar com a alma e o coração, assim, nos libertamos da
dor e da desilusão...Poetas? Somos
sim senhor, afinal, com ou sem um amor, adoramos sofrer e escrever!"

Abraços...Singelo!

maria teresa disse...

e em você-dor
e na dor-procura
e na procura-tempo
e no tempo-esquecimento
e no esquecimento-outro você

Abracinho meu

Reflexo d'Alma disse...

Pois não é
assim
essa
tal
desilusão?