Memória






Setembro, se bem me lembro, havia flores no campo.
O céu, mais azul, tingia os nossos olhos de esperança.
Pernas desinibidas brotavam descobertas em parques e jardins.
Os pássaros cantavam nos galhos verdejantes e brilhantes.
As janelas, antes banguelas, ficavam denteadas por pétalas.
Os peixes, mais dourados, surgiam no lago da casa da vizinha.
Almas afloravam coloridas nas calçadas e praças.
Setembro, se bem me lembro, havia flores estampadas na mente da gente.
Tudo era mais divertido e florido e meus olhos ficavam mais coloridos.
Setembro, se bem me lembro, oficiosamente, já era primavera por aqui.


Paulo Francisco

2 comentários:

Paula Barros disse...

Eu nunca aprendi as estações. Sempre me disseram que no Brasil só tinha verão e inverno. E inverno quando chovia. Já é primavera?
Só sei que você cada dia escreve mais bonito. beijo

Nelma Ladeira. disse...

"Poderia ser mais um setembro,
que por si só já é encanto.
Mês das flores, clima suave, amores...
Poderia ser mais um dia comum
que por si só tem seu sabor
mas não foi...
Só nós sabemos...
Mas, não pudemos mudar o destino
tampouco sentimentos....
Beijinhos.