Semelhança


Lá fora os cães ladram
ferozmente.
Em matilha saqueiam
os sacos pretos de lixo
depositados na rua
- estão com fome, coitados.

Em madrugadas frias
junto aos cães
- um aglomerado maltrapilhos
em busca de tesouro:
lata
plástico
papelão.

Lá fora os cães ladram
e os homens esmolam
em madrugadas frias
aquecidas por uma garrafa
de pinga.


Paulo Francisco

3 comentários:

nelma ladeira disse...

Olá Paulo boa noite! Para os cães restam o lixo! Porque eles não tem opções.
Para os maltrapilhos as latas,plásticos e papalões,que para muitos não serve após usar o conteúdo! Mas para eles são tesouro,e é um meio digno para a sobrevivência,e a pinga para tentar se aquecer.
As vezes as pessoas reclamam! Mas tem um teto para se proteger do frio,tem algo para comer,e nem assim se sentem felizes! Você mostrou a realidade da vida!
Precisamos olhar para trás antes de reclamar.Parabéns pelo texto!
Beijinhos.

Mente Hiperativa disse...

Gosto dessa visão tão bela do cotidiano, desse colocar-se no lugar dos outros, ainda que sejam 'meros' cães de rua. Sinto falta de suas postagens aqui, e de suas visitas no Mente Hiperativa:

http://mente-hiperativa2.blogspot.com.br/2013/06/re-encontro.html

Abraço

Mariani Lima disse...

Estas de volta! Que bom. Senti falta de suas letras. Valeu pela visita,